3.27.2009

Café de Algodão Gostoso.

Contaram uma vez sobre um lugar e disseram que eu gostaria de estar lá.
Dizem que lá tem coisas que acontecem dia sim e dia não, só que todo dia é dia sim.
Quando chove, diz que nada acontece porque tudo nada.
A flor que não nasce é porque nasceu do lado errado.
E a gente gira, gira, gira que nem parafuso até chegar ao céu.
Chegando, contam pra gente de um lugar que a gente esteve e que eles gostariam de estar.
Empurram pelas costas e a gente cai numa nuvem que cheira a doce. Ela reclama um pouco no começo, mas depois bate um papo gostoso que nem brigadeiro de festa.
Como a nuvem é alérgica a pele de gente, ela espirra e a gente sai voando e voando.
De primeira, dá medo, porque gente não tem asa. Mas, depois, hahaha, é só festa: sai uma bruta de uma asona azul, rosa e verde, cheia de risquinhos pretos, bem bonita!
A gente pode pousar onde quiser, quando quiser, como quiser.
Deve ser um lugar bacana, que nem banana.

10.jpg



4 comentários:

Hellen Bravo disse...

Quero saber onde fica isso!
E se for pra lá, quero que minha asa seja de outra cor. Dá pra ser vermelho e branco com alguns detalhes em dourado?

defago disse...

vou contar sobre tudo isso que agora eu pude ver e ninguém vai acreditar todo mundo vai querer saber vai ter fila na porta desse lugar

Leandro disse...

Quero esse lugatr tb ahuahu mas as asas realmente não são de boas cores ahuahauau

Wagner Lopes disse...

Estou pra marcar uma viajem pra lá :D